sábado, 24 de maio de 2014

Caridade na Visão Espirita

Caridade na Visão Espirita



Onde quer que passes, sempre que possível deixa um sinal de paz e luz para aqueles irmãos que estão vindo na retaguarda, para que não se percam do rumo certo.
 Emanuel
 O Verdadeiro sentido da palavra caridade, consiste em termos sempre benevolência para com todos e indulgencia com as imperfeiçoes dos outros e saber perdoar com verdadeiro espirito de perdão.
O Amor e a Caridade são o complemento da lei da justiça pois amar o próximo é fazer todo o bem que nos seja possível assim como desejaríamos que nos fosse feito.
A Caridade segundo Jesus não se restringe apenas á esmola, abrange todas as relações que temos com os nossos semelhantes sejam eles, que podem ser nossos inferiores, nossos iguais ou nossos superiores.
A Caridade se prescreve com a indulgencia, porque da indulgencia todos nós precisamos e nos proíbe de humilharmos os desafortunados contrariamente ao que costumamos fazer.
Se uma pessoa rica vemos logo todas as atenções e deferências lhe são dispensadas por causa da sua riqueza.
Mas se for pobre como toda a gente entende já não se precisa de se preocupar com ela.
No entanto quanto mais frágil seja a sua posição devemos ter mais cuidado para não a fragilizar ainda mais na sua humilhação.
O homem verdadeiramente bom procura elevar aos seus próprios olhos aquele que lhe é inferior diminuindo assim a distancia que os separa.
Sede pois caridosos sempre levando aos outros sempre um conforto para as suas misérias e muitas vezes também uma palavra de conforto instruindo os ignorantes e moralizar os viciados.
Caridade uma palavra muitos simples, mas se for bem traduzida será sempre uma luz no caminho de todos os homens.
Não será Caridade o ato de dar aos que não a querem receber.
Toda a Caridade para ser Divina tem de apoiar-se na Fraternidade.
A Caridade se pode fazer de várias maneiras, pode ser por pensamentos, palavras e atos.
Em pensamentos fazendo uma Prece pelos abandonados que partiram sem mesmo ver a luz, e a prece do coração os alivia. 
As companheiros de caminhada dizer sempre algumas palavras de animo e força para que sempre confiem.
A lei é viva, e  justiça nunca falha, então esquece o mal e semeia e bem todos os dias, e auxiliando os que te cercam para seres auxiliado.
O tempo não para, e se te encontras o teu ontem, não esqueças o teu hoje pois será a luz ou treva do teu amanhã.
A Caridade que seja em dar aos pobres é a mais fácil de todas, mas existe outra muito mais penosa e com mais mérito, que é a de perdoar aqueles que estão no nosso caminho, para serem os instrumentos do nosso sofrimento,  e serem uma prova da nossa compreensão.
Quem dá é o primeiro e ser beneficiado, quem acende a luz é o primeiro a ser iluminado, pois é que a Caridade é sempre importante para todos nós.
Quando a providencia Divina  nos coloca na vida alguém para ajudar, e sempre possível que esse alguém possa mais tarde ser o nosso amparo, se transforme na solução dos nossos problemas.
Nunca te esqueças da ação individual no campo do bem.
O pão do corpo ou seja bens materiais pode – se mais tarde ter a justa recompensa, mas um sorriso amigo ou um gesto de carinho é uma dádiva para a eternidade.
É muito importante o conhecimento do bem, mas não podemos esquecer as boas obras, é bom que se dilate a esperança diante do futuro, á frente do sublime futuro, mas não podemos esquecer os pequeninos deveres do tempo que passa.
Bondade Conhecimento pão e luz ampara e iluminação sentimento e consciência  são atos Divinos nos círculos perfeitos da Caridade, não só no receber e dar… mas também no ensinar e aprender.
Amigos estes são apenas alguns dos conceitos que a Caridade nos ensina e que devemos ter para com todos e por vezes com cada um de nós, pois a grande verdade é………  SE EU NÃO TIVER CARIDADE A MINHA FÉ É VÃ…


Manuel Altino
Postar um comentário