quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Doenças psicossomáticas, razão e entendimento


  
Quando falamos em doença psicossomática, temos que lhe entender o termo, “doença psicossomática”  ela intitula-se dessa forma aquando uma doença física ou não, desenvolve seu princípio na mente. O que leva os pacientes à procura de um psicólogo, psicoterapeuta ou psicanalista.
  “ Essa conduta, que pode partir dos médicos que acompanham o caso, gera muitas dúvidas ao paciente. “Como algo é psicológico se dói no corpo?” O fato de que uma pessoa tenha uma doença psicossomática não significa que a dor e a enfermidade não existem. Pelo contrário, o corpo realmente está em sofrimento, com dores, feridas, descontroles e descompensações orgânicas, que inclusive são até dificilmente controladas com medicamentos e os recursos da medicina tradicional.”
       A criatura humana é um agregado concordante de energias, constituído de Espírito e matéria, mente e perispírito, emoção e corpo físico, que interagem constantemente uns sobre os outros. Uma ou qualquer incidência num deles se projecta no seu correlativo, dependendo do seu direccionamento  bom ou mal, mas se mal, ocasiona, uma acção desorientadora, causando distúrbios, que se metamorfoseiam em doenças, as quais para serem rectificadas  demandam regeneração e reequilíbrio do sustentáculo onde se originou. Logo, muitos são os efeitos prejudiciais no corpo produzidos pelos pensamentos em desordem, pelas emoções desregradas, da mente derrotista ou negativa alterando o habitat na estância celular do corpo, seja qual ele for, pois não poderemos esquecer que o desajuste, pode ser espiritual e físico.

       A exemplo vejamos o que nos diz Joanna de Angelis,”Livro Autodescobrimento”;
   “Determinadas emoções fortes - medo, cólera, agressividade, ciúme - provocam uma alta descarga de adrenalina na corrente sanguínea, graças às glândulas supra-renais. Por sua vez, essa acção emocional reagindo no físico, nele produz aumento da taxa de açúcar, mais forte contracção muscular, face à volumosa irrigação do sangue e sua capacidade de coagulação mais rápida.
    A repetição do fenómeno provoca várias doenças como a diabetes, a artrite, a hipertensão, etc., assim, cada enfermidade física traz um componente psíquico, emocional ou espiritual correspondente. Em razão da desarmonia entre o Espírito e a matéria, a mente e o perispírito, a emoção (os sentimentos) e o corpo, desajustam-se os núcleos de energia, facultando os processos orgânicos degenerativos provocados por vírus e bactérias, que neles se instalam. “

      Isto quer dizer, que se refletirmos sobre esta situação e, não sendo avaliados corretamente podem animar créditos fora do alcance dos acometidos, continuando a produzir instabilidade e revitalizando doenças, como mecanismos degenerativos na estrutura corporal” somática”.

      Um corpo em desajuste e indisciplinado reverte para projeções de ansiedade ou depressão, falta de auto-estima, receios, enfim, fobias que se expressam a espaços e se transformam em neuropatias, psicopatias, desmoronamento mental.
       Nós fomos criados para que através de um corpo emprestado, cumpríssemos nossas tarefas delineadas pela evolução moral e espiritual, e a defesa e tratamento que damos ao corpo, faz parte dessa harmonização, entre entre Espírito e a matéria, é dever de cada um, zelar pelo seu equilíbrio, porque uma das manifestações primeiras elevadas da vida, dar rumo recto e edificante à sua reencarnação, sim porque aqui se faz jus, à grandeza do Pai Maior, pela oportunidade da reprodução.

     Por outro lado, sabemos que as doenças, noutra vertente, são encaradas como métodos de depuração, nomeadamente as doenças prolongadas, ou de gravidade inexorável, tornando-se mecanismos de sublimação das energias pesadas, originadas da má filtragem educativa, ou seja evolutiva, as quais se fazem presentes no ser, seja na fase inicial da evolução ou da renitência estabelecida pelo individuo na sua passagem num determinado plano evolutivo.

    Não é raro ouvirmos, isto a exemplo diário, de alguém que chamamos atenção, por determinada postura que está a ter menos correta para com o corpo, e a resposta ser, muda e surda, porque o apego e viciação “ tabaco, álcool e outros excessos” tem sempre a desculpa, pura e simplesmente que “ não somos iguais e que também desencarna quem não tem vícios!?”, infelizmente, esta uma realidade, que pela ignorância e o egoísmo personalizado, contamina , não só o próprio, mas todo um habitat subjacente na sociedade em pleno, isto  porque não podemos esquecer todos os indivíduos que indirectamente acabam por sofrer, por  inalação exterior da amplitude dos atos menos consentâneos com a lei da vida e o amor pelo próximo  e si mesmo.
     É preciso, co-responsabilizar , esclarecer , orientar e divulgar, começando no seio das Famílias, porque o gene educativo aí , muito importante para os objectivos futuros .
      Existe uma enorme urgência de levar em conta a dimensão de grandeza vital, a fim de determinar o que é prioridade na sua vivência e fazer uso sapiência de forma evitar percalços na caminhada.

   A ação do pensamento sobre o físico é vigorosa, quando sabemos que este é o efeito daquele, que tendo em conta é seu modelador biológico, e que o executa intervindo ação do ser espiritual, na reencarnação. Portanto as energias projetadas da mente trabalham na construção, recomposição, agitando os núcleos organogenéticos encarregados pela causa das impressões físicas e psicológicas, assim como todo processo celular de onde provêm os órgãos e preservação
   Se pudermos eleger um Ser mais cônscio, mais saudáveis os seus uniformes param o desempenho das tarefas que lhe estão reservadas. Tendo em conta, que algumas matrizes estão desenhadas para que a imposição se faça presente, porém, não que isso não possa ser atenuado pelo amor empregue nas suas acções.
 O conselho evite, ressentimentos, ódios que se desenvolvem, pois eles são direção para elos cancerígenos, as ansiedades, revoltas e o acrisolar o sofrimento por compaixão são expressões de alteração para focos infeciosos, e as vinganças terão reverso em distonias, enfim a ulceração do corpo passa sempre pela permuta de vibrações (mente-corpo, perispírito-emoções, pensamentos-sentimentos, matéria) pela força da vontade, que os direciona conforme seus conflitos ou pretensões. Cuidem-se pois , os incautos!

“Jesus referiu-se ao fato, sintetizando, magistralmente, a Sua receita de felicidade, no seguinte pensamento: -“ A cada um será dado segundo as suas obras. Assim, portanto, como se semeia, da mesma forma se colherá. “

Bibliografia

Livro dos Espíritos de Allan Kardec
Livro Evangelho segundo Espiritismo de Allan Kardec
Livro Autodescobrimento espirito Joanna de Angelis, pelo Divaldo Franco
Livro Encontro com a Paz e Saúde, espirito Joanna de Angelis, pelo Divaldo Franco
Wikipedia

Victor Manuel Pereira de Passos
Postar um comentário