quarta-feira, 2 de junho de 2010

Médiuns Falantes



Médiuns falantes: são aqueles que falam sob a influência dos Espíritos. O Espírito neles atua sob os órgãos da palavra.
Eles podem ser mecânicos, semimecânicos, intuitivos e inspirados.
No médium mecânico, o Espírito atua sobre os órgãos vocais e o movimento é involuntário.
O médium intuitivo recebe o pensamento do Espírito sem que este atue nos órgãos da palavra.
O Médium semimecânico participa das duas alternativas: recebe o pensamento é a atuação do comunicante.
Na mediunidade falante verificam-se também casos de incorporação: O Espírito do médium se afasta um tanto do seu organismo para dar lugar a outro Espírito, que se utiliza do corpo. Neste caso, há sempre inconsciência do médium, porque ele cai em estado de transe.
O sonambulismo, tal como exprime a palavra, não é verdadeiramente uma mediunidade; poderá ser considerado como uma variante. Há, portanto, o médium que cai em estado de sono, permitindo a incorporação de outro Espírito; e há o verdadeiro sonâmbulo, com características próprias.
O sonambulismo obra por influência do seu próprio Espírito, ao passo que com o outro assim não acontece.
"No sonâmbulo é o seu próprio Espírito que nos momentos de emancipação vê, ouve ou percebe fora dos limites dos sentidos; o que ele exprime tira de si mesmo; as suas idéias são em geral mais exatas do que no estado normal, os seus conhecimentos mais extensos, porque a sua alma é livre; em uma palavra, ele vive por antecipação na vida espiritual."
O médium, ao contrário é instrumento de uma inteligência estranha, é passivo, e o que diz não vem dele.
Em resumo: o sonâmbulo exprime o seu próprio pensamento; o médium, o de outrem.
Mas o Espírito que se comunica por um médium comum pode também comunicar-se por um sonâmbulo. Muitos sonâmbulos vêem perfeitamente Espíritos e os descrevem com tanta exatidão como os médiuns videntes: travam conversação com eles e transmitem-nos os seus pensamentos; o que dizem além do círculo dos conhecimentos pessoais lhes é muitas vezes sugerido por outros Espíritos.
Cumpre, pois, fazer a diferença entre o sonâmbulo e o médium.
(*) Ou psicofônicos
Postar um comentário