segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Apoio Fraterno nos meios virtuais

Apoio Fraterno nos meios virtuais

O Apoio fraterno na essência da sua finalidade, é incompreendido por muitos dos companheiros de filosofia.
Aplicando a maxima da disciplina, eles reclamam da falta de segurança para fazê-lo e que os principios espiritas em nada se abonam com esse trabalho!
Sinceramente, questiono-me, mas Jesus ajudava em qualquer lugar, na rua, em casa, à distancia e não olhando a quem o fazia , mas sempre aproveitando para educar e incentivar à mudança interior do Ser.
Claro que nós, não somos ponto sequer de comparação moral com o Mestre, mas somos, isso sim seus seguidores, com mais ou menos fragilidades.
“Ora tomando seus ensinamentos como rumo moral, Ele nos diz ” Sem caridade não haverá salvação” e reforçando também nos mostra no maior mandamento “ Ama Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos”
Então devemos negar-nos a dar apoio a quem precisa, vamos fazer como o Sacerdote e o Levita que passaram ao largo do enfermo?!
A parabola do Bom Samaritano traz-nos um enorme ensinamento que consiste em fazer comprovar aos nossos olhos que, o indivíduo que se titula religioso e se julga virtuoso aos olhos de Deus, nem sempre é o verdadeiro expoente do que demonstra possuir. Ensina aos outros como fazer caridade, mas ele suprime a si mesmo na pratica.
No nosso dia-a dia , cruzamos por imensos irmãos que não por acaso, mas porque por empatia sentem que somos fonte segura de amparo, vamos negar essa ajuda?! Vamos escorraça-los?!
Afinal “Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo? " (Lucas, 10:29)
O nosso proximo são aqueles que sempre se apresentam no caminho pelo em reajuste de causa, e claro nos procuram, para serem, amparados, não que tenhamos que ser zelosos pela carencia, mas porque a verdade da Lei é indestrutivel e nos ensina que “Sem caridade não haverá salvação” Jesus
O Apoio Fraterno também pode ser feito pela Internet mas ter sempre em conta no aspeto essencial de orientar, à luz dos ensinamentos espíritas, os procuram, os Grupos de Atendimento. Não abrindo porta a tendeiras de mediunismo, mas a um atrabalho de consolo e amor, dando de graça o que de graça se recebe.
Este trabalho que se apresenta deve ter a formularização de doutrinamento abrindo a porta da esperançapara o necessitado, mas sempre manifestando meios de libertação e de paz, dos quais ele é ponto central para superar, originando, desse modo, o processo de incentivo à reforma interior.
Lembrando que a terapia do amor, requer disciplina afincada , porque em todo labor espiritual, devemos tomar em conta o teor da responsabilidade dos nossos atos e que todos eles devem ser no sentido cristalizado e não da adivinhação.
Nós para darmos apoio fraterno, temos que ter em conta que a “catarse” tem de merecer da mesma forma que num Centro Espirita, o sigilo e a gravidade do ato que estamos a cumprir.
As questões devem ter da parte de quem as recebe e responde por email, de um trabalho de estudo continuo e de envolvimento com os valores cristicos e nunca de exposição do fragilizado.
O preparo deve começar apelando à lucidez e bom senso dentro dos parametros da razão, através da prece, porque nenhum esforço se faz, que sendo encaminhado com sentimento do bem ,não obtenha assistencia do alto e para tal devemos estar em clima de paz e tranquilidade, sem com isso, mediunizar o processo.
Esta condução é apenas para ter um boa percepção da catarse que o debilitado apresenta na exposição escrita ou oral do seu problema.
Fundamentar sempre o apoio com base no Evangelho, dando implemento às palavras do Cristo: "Amai-vos uns aos outros como eu vos amei" e ao "Vinde a mim, vós que estais aflitos e sobrecarregados e eu vos aliviarei."
No entanto não nos façamos substitutos da medicina ou confessores da culpa, o apoio apenas se deve singir ao consolo, reforço da fé, esperança e orientação do assistido e remetendo o mesmo para o Centro Espirita para acompanhamento espiritual e reequilibrio através da fluidoterapia.
Vejam o que Kardec nos diz em seu discurso de Lyon e Bordeus; "Coloco em primeira instância o consolo que é preciso oferecer aos que sofrem, erguer a coragem dos caídos, arrancar um homem de suas paixões, do desespero, do suicídio, detê-lo talvez no limiar do crime! Não vale mais do que os lambris dourados?" ("Viagem Espírita de 1862" )
Joanna de Ângelis (espírito)faz este apelo;
“ O atendimento fraterno é campo de trabalho solidário entre quem pede e aquele que doa. Graças a ele irmanam-se os indivíduos, compartem suas dores e repartem suas alegrias.É da Lei que, aquele que mais possui deve multiplicar os bens, repartindo-os com aqueloutros que sofrem carência.
O atendimento fraterno objetivo acender luz na treva, oferecer roteiro no labirinto, proporcionar esperança no desencanto.Felizes aqueles que se encontram a serviço da fraternidade, atendendo aos seus irmãos em sofrimento e contribuindo com segurança para sua elevação.
Jesus foi o exemplo superior do atendente fraterno, por excelência.
Não carregou o fardo das pessoas, porém ensinou-as, com seu sacrifício, a conduzirem os próprios grilhões a que se prendem voluntariamente, para que os arrebentem no calvário da imolação.
Abre-te, desse modo, ao atendimento fraternal, doando as tuas horas excedentes aos sofredores do caminho e auxiliando-os a entender o significado da vida e das existências corporais.
Não te escuses jamais, recordando-te d’Aquele que jamais se negou a ajudar fraternalmente.”
O Apoio Fraterno via Internet, seja por voz ou email,deve ser valorizado, tal como qualquer outro trabalho espiritual, porque se os meios nos são proporcionados pela evolução tecnologica, para visualização, audição de palestras, entrevistas, estudos e divulgação da Doutrina Espirita, deixemos a fragância do melindre e da inação para quem não é capaz de levantar a mão para o caído e conciliemos o amor em caridade com o reforço duma fé racionada e dentro dos valores Cristicos.
Aos Irmãos que se entregam a esta tarefa, em humildade e sensibilidade do coração, que sejam sempre espelho realizador do amor e harmonização dos orfãos debilitados pelo carencia, sabendo que seremos sempre reflexo dos nossos atos.
Victor Passos
Postar um comentário